Autoestima e Internet.


Hey, eu não faço a mínima ideia de como começar esse texto. Mil maneiras já me passaram e eu apaguei todas porque não eram boas o suficiente pra começar. Se você estiver lendo essa, bem, eu acho que consegui!

Pra mim, é um pouco complicado falar sobre autoestima, porque é algo que eu não tenho muito, por mais que quem veja de fora não consiga enxergar. Mas isso é um assunto muito repetido aqui, e as letras do teclado já chegam a estar gastas por causa desse assunto.

Entretanto, eu venho construindo uma autoestima. Eu acho que a melhor definição pro que estou fazendo: construindo.Porque é algo que eu tenho melhorado, sabe? Como uma casa que você começa de um terreno, você o limpa, começa a fazer as fundações e depois vem com a estrutura, as paredes, o telhado, e por fim os acabamentos e as cores.

Eu acho que eu estou ficando um pouco velho pra escrever sobre essas coisas. Talvez porque eu esteja na fase de começar a colorir a casa que é a minha autoestima. E eu queria compartilhar algo com você que está lendo este texto: Como a internet tem me ajudado a construir a autoestima.

Eu tenho passado por várias mudanças de pensamento e visões de mundo. Coisas que antes eu não entendia muito bem e que de um tempo pra cá, eu tenho me esforçado para entender e fazer acontecer. O que acontece é que quando eu era mais novo – o que não faz tanto tempo assim – eu não tinha fonte pra construir essa autoestima como tem hoje. Achar essas coisas na internet era complicado. Tinha assuntos que não eram tratados e o conteúdo não era muito bom. Graças a Deus isso mudou muito e melhorou muito, tanto que finalmente estou conseguindo pintar minha casinha.

Hoje, se você tem dúvida sobre alguma coisa na sua vida, você tem 3 opções básicas: (1) não fazer nada; (2) sofrer com isso, e afundar ainda mais em um buraco; (3) tentar mudar e procurar alguém que te entenda e ajude você a entender melhor o que você está passando.

Se você escolher fazer nada, paciência. Não acho que seja a melhor escolha, mas também não é a pior. A vida vai se encarregar disso. Agora, se você escolher sofrer, amigo ou amiga, você está numa enrascada. Sabe por quê? Você mesmo ou mesma já não tá muito legal, está se questionando, não tá satisfeito. E do nada a mídia também te bombardeia com um monte de ideia sobre como você tem que ser, e você sofre ainda mais com isso, porque do mesmo jeito que temos um acesso muito grande a todo tipo de informação, fica muito difícil viver dentro de uma bolha. Mas eu respeito a sua escolha.

Agora se você escolher mudar, nossa, você tem tudo pra conseguir. É como eu disse, o mundo tá cheio de informação aí; é só você sentar e procurar na internet. Se você é gordinho, se você é magro, se você se acha esquisito, se você tem um nariz grande; Qualquer uma dessas qualidades que te fazem único,procure alguém que você goste e que te ajude a te sentir melhor. A internet tá cheia dessas pessoas, mesmo, pessoas que querem namorar gordinhos, pessoas que gostam de magrelos, narigudos, pessoas que tem pintinhas, só procure.

Eu tenho usado muito o Youtube. Sempre tem algum youtuber que vai dizer o que você quer ouvir, ou que você se identifica. Eu por exemplo, me sinto muito mais confiante quando assisto o João Bertoni (que eu fiz uma matéria) ou o Luba. Só não fique aí se remoendo. Faça algo pra mudar a sua vida pra melhor, e isso não quer dizer que te faça feliz, mas que te traga paz, porque isso vai ser suficiente pra mudar o mundo.

Bem, é isso o que eu tenho pra dizer por hoje. Espero que você tenha curtido. Por favor , me deixe saber o que achou comentando aqui em baixo. E até uma próxima! 😜

*as fotos não são minhas, se caso for sua e você desejar retirar. Por favor, entre em contato.

 

A diferentona…


Começando o post com o seguinte tweet:

 

Não sei se você tem twitter. Se tiver, já aproveita e me segue, é @luiz8P. Mas o meme de “diferentona” está sendo um dos mais replicados. Vamo bater um papo sobre isso?

Olha, eu fiquei mesmo pensando nisso um bom tempinho antes de vir aqui escrever um textão sobre o assunto. Até porque é normal ser diferente, o que não é normal é você se sentir a única pessoa. E esse é um assunto um pouco difícil de tratar, até porque pode soar um pouco hipócrita da minha parte.

Por que? Simples, eu realmente acredito que cada pessoa é especial e única. Você que está lendo é especial e único, quer você queira ou não. Agora isso só acontece por causa da sua história. Você consegue entender? Não porque você é a única pessoa que gosta de uma coisa X ou Y. Porque é claro que você não é única pessoa, lide com isso.

Sério, se você tá pensando que você é único em alguma coisa, lembre que tem um pessoa na China que tem a metade da sua idade e faz algo mil vezes melhor do que você – zueira porque isso me deixa triste. Na verdade somos 7 bilhões de pessoas SETE BILHÕES, e você ainda acha que você é o escolhido, herdeiro de sonserina,que vai ser o diferentão, ou diferentona? Menos.

Por um outro lado,você é único, mas por você ser quem você é, suas escolhas,sua história. Tudo o que você passou e que vai passar e o que você gosta ou não gosta, faz de você quem você é. Agora não precisa lembrar que você é diferente porque todos somos! Okay? Okay.

Espero que você tenha gostado e até uma próxima! 

 

Planos para o futuro…


Não sei porque, mas hoje acordei desse jeito e com vontade de escrever sobre planos pro futuro. Acho que tudo meio que começou com esse tweet aqui do Vitor Liberato – não ele não é parente do Gugu.

Continuo não sabendo o porque – e acho que a minha terapia tá fazendo falta – mas isso me fez colocar a mão na consciência e pensar mais um pouco.

A gente tá em dezembro, pertinho do Natal. Daqui a um sopro tamo comemorando o ano novo, e 2016 tá aí. Pra mim já é quase tradição meio que fazer uma listinha do que eu espero para um próximo ano. Os planos para o futuro. Só que eu já disse que eu sou péssimo em cumprir as coisas.

Eu tenho feito alguns planos pro futuro. Eu só não vou contá-los pois o tweet a cima já diz tudo. Estou imaginando coisas legais pra minha casa, pros meus projetos pessoais. A verdade é que faço muitos planos, menos pra vida amorosa, ou amigos é muito instável a vida pra tentar planejar algo assim. Mas acaba que por exemplo, eu quase não cumpri nada que planejei pra 2015. Eu não emagreci por exemplo, e agora a minha saúde não tá tão legal por causa disso. Eu não terminei um certo livro. Eu não fiz um certo projeto como eu imaginava. Eu não melhorei a minha casa, eu não cozinhei tudo o que eu queria ter cozinhado. Eu não saí como eu queria ter saído. Não fui em shows que eu queria ter ido. Não tive tanto dinheiro como imaginei.

Mas quer saber? Isso não quer dizer que meu 2015 foi de tudo ruim. Eu me deixei surpreender sobre o que o destino reservou pra mim. Eu trabalhei junto com pessoas incríveis que foram amáveis comigo e me receberam sem nenhum tipo de preconceito e fomos bem nisso, mesmo sendo todos diferentes. Eu conheci pessoas incríveis. Eu me descobri. Descobri lugares bons, eu descobri uma meta pra vida. Pessoas me inspiraram a fazer o melhor. Eu aprendi a perdoar, e me sentir bem com isso. Não teve muito dinheiro, não teve muita viagem, não teve muito plano realizado, mas teve algumas coisas e é isso que importa que teve, que não foi um ano em branco.

Aprendi que você tem que fazer planos, e que tem que ser rigoroso para que eles aconteçam e que isso depende só de você. Eu fui muito preguiçoso, e não me esforcei por isso algumas coisas não aconteceram. Mas aprendi também que não tem nada de errado em deixar as coisas na mão do destino as vezes e se surpreender com isso!

Eu sou péssimo com promessas


cropped-maquina_de_escrever.png

Faz algum tempinho que eu não sento aqui e escrevo sobre mim. Talvez isso seja a coisa mais errada que eu tenha feito nos últimos tempos. E mais um vez eu estou aqui pedindo desculpas, pra você que tá lendo isso e se você me acompanha aqui já merece isso mais do que tudo.

Só tem um problema com esse pedido de desculpas. Eu faço isso de novo e aí eu ferro com todo o meu projeto de novo. E isso é muito errado pra mim, quanto pra qualquer outra pessoa. Não importa, eu vou ser sincero com você que está lendo isso daqui.

Eu prometi que eu ia fazer mais colunas no blog, que ia postar mais, ia mostrar mais da minha vida pra vocês. Ok, eu fui a Bienal e no Rock in Rio e fiz mais post. Mas eu ainda não tenho feito o suficiente. E o maior culpado disso sou eu. Eu não consigo cumprir a promessa de cuidar disso daqui mais. O projeto do meu blog é muito importante pra mim.

Esse post é imenso e cheio de #mimimi, se você não tiver afim, clique no leia mais e vá direto ao resumindo 😜

Continuar lendo

A nova programação do Blog


Hey Galerinha! Já faz algum tempo que eu tenho programado algumas novidades aqui pro blog.  Eu venho tentando postar aqui pelo menos uma vez por semana, nas segundas com o #CoverDaSemana. Mas isso não tem sido o suficiente pra mim, as vezes os posts tem tão pouco do que eu realmente quero passar pra vocês, do que realmente vivo que eu quero mudar isso pra pelo menos 2 post por semana. E com esse post eu vou começar a contar pra vocês como funciona.

Toda segunda-feira a gente tem um encontro marcado com o #CoverDaSemana, onde eu vou soltar um cover de uma música que eu curti na semana ou que foi notícia durante a ultima semana em uma versão alternativa e contanto o que eu achei sobre o lançamento.

cropped-coverdasemana_laranja.png

Depois o outro post vai acontecer toda quarta-feira. Serão posts alternados por semana entre a coluna #Inspire-se e uma série nova que eu planejei já faz um tempo chamada #Youtubers.

#Inspire-se:

cropped-inspire-se_banner.png

A coluna vem toda reformulada. Nesse momento vamos tratar de ilustrações de artistas. Algo mais artístico e que possam inspirar as pessoas pra vida, para que você possa se inspirar toda vez que você abra seu Instagram. Por isso eu escolhi compartilhar com você um pouco dos perfis que eu sigo na rede social. Se você quiser comente #Inspire-se #TBNG nas fotos dos perfis pra eu ver que vocês curtiram. A sua contribuição também é muito importante pra mim, então deixe seus comentários nos postsinclusive nesse– para que eu possa melhorar pra você.

#Youtubers

cropped-youtubers_banner.png

Faz mais ou menos um ano que eu comecei a mergulhar de cabeça no Youtube, e virar frequentador assíduo do site e dos #YouTubers. Então chegou um momento que eu decidi compartilhar com você um pouco do que eu estou assistindo e o que eu espero do assisto. Eu sei que a maioria de vocês já deve ter os seus preferidos, mas é sempre bom conhecer coisas novas – onde também entra seu comentário, me mostrando o que você assiste em cada post.

Meus_Favoritos

Esse serão os post fixos, mas também estão preparados alguns textos com #MeusFavoritos e a coluna #Geek pra sexta-feira, que será o dia que eu farei posts mais gerais. Não vou prometer que será toda a semana, mas eu posso prometer que eu vou tentar.

geek.fw

No domingo, você pode ler os meus textos. As vezes uma crônica, uma história, auto-ajuda, uma reflexão, nunca se sabe o que está por vir, eu também não posso firmar o compromisso que eu vou postar toda semana, mas pelo menos uma vez no mês, eu tentarei mesmo.

cropped-maquina_de_escrever.png

Por enquanto é isso galerinha e a partir de semana que vem vocês podem conferir aqui no blog o novo formato. Se você está ansioso assim como eu por favor deixe seus comentários aqui em baixo, se você tem sugestões e críticas também! E até a próxima 😜

Inspire-se: uma trilha sonora literária


A maioria dos autores está sempre ouvindo alguma música bacana para os inspirar a escrever suas histórias. E fui conversar com uma autora justamente para saber mais como a música funciona pra ela. A Mariana Mello, que assina como M.M Drack, vai lançar seu livro Coração da Terra: Contos de Ertha (CdT) este ano ainda, na Bienal do Livro no Rio – dia 5 de setembro, anota aí na agenda, viu?.E ela contou que CdT tem, na verdade, duas trilhas sonoras! Olha isso! A primeira trilha sonora, batizada de Kings and Queens pode ser baixada no 4shared. A segunda trilha sonora, batizada de Coração da Terra pode ser ouvida gratuitamente no Spotify.

“Eu acho que aliar escrita e música, além se ser uma beleza, é bacana para o leitor também, que pode contar com a ajuda sonora na hora de imaginar aquilo que está lendo, sabe? Principalmente numa história de fantasia que nem a minha, que tem momentos épicos, momentos dramáticos e momentos de romance. A trilha sonora faz toda a diferença!”, Mari revelou.

Para os curiosos, a sinopse de Coração da Terra: Contos de Ertha segue aí: “A terra de Ertha em muito se parece com a nossa. Pois lá é um lugar onde séculos de história humana coexistem. Porém, todos os séculos de história e os mais variados acontecimentos só poderiam coexistir simbioticamente fora da limitação terrena. É sabido que dragões, demônios e lobos habitam o nosso subconsciente desde sempre, assim como feiticeiros, anões, guerreiros e amazonas. Em Ertha, todos eles são muito reais, e há mais perigo à espreita do que sequer podemos imaginar. As disputas por controle, o inexplicável sobrenatural, raças únicas, laços de sangue, batalhas e traições dão o tom das histórias que os leitores encontrarão nas páginas deste livro. As narrativas, escritas em runas antigas e traduzidas para a língua corrente decênios depois, contam fatos há muito esquecidos pelos povos daquele mundo. E para aqueles que querem se aventurar nos primórdios de Ertha, aqui fica o sábio conselho do Bardo: É necessário cautela e cuidado, pois tudo pode acontecer quando o poder se torna um veneno mortal!”. 

E olha só a capa:

tumblr_nr2umg7VMS1tzzs42o1_1280

Para conversar com a autora e saber mais, é só seguir ela lá no Twitter ou dar um like na página do livro no Facebook!