Sobre cinza


Como futuro arquiteto e URBANISTA, eu me sinto na obrigação de ter uma pequena conversinha sobre o assunto cidades e urbano. Eu vou tentar ser leve no assunto, até porque eu sou mais próximo da arquitetura do que do urbanismo, ainda como estudante.

Arquitetura e Urbanismo que estão tão interligadas que as vezes é difícil separar uma da outra. Eu sou mais próximo da arquitetura porque eu acredito que seja mais simples e controlado criar esse tipo de espaço. Até porque o que eu acredito que os espaços urbanos devam ser criado pelas e para as pessoas que frequentam o lugar.

faixa-de-pedestre-conexao-cultural1

É chamado de Place Making esse tipo de técnica onde nos apenas damos o subsídio para as pessoas transformarem o local de acordo com o prazer das pessoas que frequentam o lugar. Essas pessoas são as moradoras do bairro, os estudantes da escola, as pessoas que trabalham no entorno.

O motivo dessa conversa toda são as intervenções urbanas propostas pelo atual prefeito de São Paulo, Dória. Se você lê o jornal ou rola o feed do Facebook deve ter visto pelo menos uma postagem ou matéria sobre o assunto. A ideia do Dória é apagar todos os graffiti da cidade com uma tinta cimentícia cinza. Com a intenção de deixar a cidade mais bonita (?).

Eu fico me perguntado bonita? Pra quem? No meu entendimento, o graffiti (pichação não) são uma forma de manifestação cultural, tanto que é comum chamarmos de “urban culture”, arte urbana. Elas pra mim são o mais puro manifesto de arte, porque são pessoas que trazem alegria a cidade onde elas vivem. Enchem ela de cor, e de humanidade. Transformam os vazios de uma fachada cega ( parte de um prédio que não tem abertura, portas, ou janelas) em uma imensa obra de arte.

Além disso apagar a cultura urbana é apagar a sua identidade. É apagar sua história, por favor não deixem isso acontecer na cidade que você mora. Incentive esse tipo de artista, porque no final você só sai ganhando. Vai ter uma cidade toda colorida e bonita. Esse tipo de intervenção ainda pode gerar renda através do turismo. Por favor, não deixe o graffiti morrer, não deixe o graffiti acabar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s