Planos para o futuro…


Não sei porque, mas hoje acordei desse jeito e com vontade de escrever sobre planos pro futuro. Acho que tudo meio que começou com esse tweet aqui do Vitor Liberato – não ele não é parente do Gugu.

Continuo não sabendo o porque – e acho que a minha terapia tá fazendo falta – mas isso me fez colocar a mão na consciência e pensar mais um pouco.

A gente tá em dezembro, pertinho do Natal. Daqui a um sopro tamo comemorando o ano novo, e 2016 tá aí. Pra mim já é quase tradição meio que fazer uma listinha do que eu espero para um próximo ano. Os planos para o futuro. Só que eu já disse que eu sou péssimo em cumprir as coisas.

Eu tenho feito alguns planos pro futuro. Eu só não vou contá-los pois o tweet a cima já diz tudo. Estou imaginando coisas legais pra minha casa, pros meus projetos pessoais. A verdade é que faço muitos planos, menos pra vida amorosa, ou amigos é muito instável a vida pra tentar planejar algo assim. Mas acaba que por exemplo, eu quase não cumpri nada que planejei pra 2015. Eu não emagreci por exemplo, e agora a minha saúde não tá tão legal por causa disso. Eu não terminei um certo livro. Eu não fiz um certo projeto como eu imaginava. Eu não melhorei a minha casa, eu não cozinhei tudo o que eu queria ter cozinhado. Eu não saí como eu queria ter saído. Não fui em shows que eu queria ter ido. Não tive tanto dinheiro como imaginei.

Mas quer saber? Isso não quer dizer que meu 2015 foi de tudo ruim. Eu me deixei surpreender sobre o que o destino reservou pra mim. Eu trabalhei junto com pessoas incríveis que foram amáveis comigo e me receberam sem nenhum tipo de preconceito e fomos bem nisso, mesmo sendo todos diferentes. Eu conheci pessoas incríveis. Eu me descobri. Descobri lugares bons, eu descobri uma meta pra vida. Pessoas me inspiraram a fazer o melhor. Eu aprendi a perdoar, e me sentir bem com isso. Não teve muito dinheiro, não teve muita viagem, não teve muito plano realizado, mas teve algumas coisas e é isso que importa que teve, que não foi um ano em branco.

Aprendi que você tem que fazer planos, e que tem que ser rigoroso para que eles aconteçam e que isso depende só de você. Eu fui muito preguiçoso, e não me esforcei por isso algumas coisas não aconteceram. Mas aprendi também que não tem nada de errado em deixar as coisas na mão do destino as vezes e se surpreender com isso!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s